O telefone fixo sempre foi o meio de contato mais comum para cobrança de dívidas e mais incômodo também para as pessoas que devem. Porém, algumas empresas como a Acordo Certo, baseadas em tecnologia estão revolucionando esse negócio. "O brasileiro quer pagar a conta, mas nem sempre sabe como renegociar com o credor", afirma Dilson de Sá, CEO da Acordo Certo.

A Acordo Certo está atualizando as técnicas de negociação com as pessoas que não estão com as contas em dia, permitindo que elas se informem sobre as condições, formulem propostas de pagamento e fechem o acordo pela internet, ou seja, adeus ao telefone e ligações importunas de cobrança.

O mercado potencial é gigantesco. Mais de 62 milhões de brasileiros constam como "negativados" e devem R$ 250 bilhões para lojas, bancos e empresas de serviços. Confira a entrevista completa no site da Isto É Dinheiro: https://www.istoedinheiro.com.br/adeus-ao-telefone/