Auxílio emergencial: quem tem direito, como receber, como baixar o aplicativo e muito mais. Auxílio emergencial: quem tem direito, como receber, como baixar o aplicativo e muito mais.

Auxílio emergencial: quem tem direito, como receber, como baixar aplicativo e mais

5 minutos para ler

A crise causada pela pandemia do coronavírus – Covid-19 desencadeou uma série de dificuldades financeiras para os brasileiros, em especial para os trabalhadores informais. Por isso, o governo lançou o programa de auxílio emergencial.

Veja neste artigo quem tem direito, como receber, como baixar o aplicativo, como acompanhar o status da solicitação e quando serão pagas as parcelas do auxílio.

Qual o valor do auxílio emergencial?

O auxílio emergencial será de R$ 600 por pessoa, com o limite de R$ 1.200 por família (ou seja, no máximo duas pessoas de uma mesma família poderão receber o benefício).

Mulheres que são chefes de família, isto é, a única responsável pelas despesas da casa, e que preencham os requisitos que explicaremos abaixo, terão direito a duas cotas do auxílio, totalizando R$ 1.200.

Como receber o auxílio emergencial

Quem já faz parte do Cadastro Único não precisa solicitar. Caso se encaixe nos requisitos do programa, irá receber o auxílio automaticamente.

Já os demais, para solicitar e receber a renda básica de emergência, deverão fazer um cadastro no site do Auxílio Emergencial na Caixa (auxilio.caixa.gov.br) ou via aplicativo.

Como baixar o aplicativo do auxílio emergencial

O aplicativo CAIXA | Auxílio Emergencial já está disponível para download em duas versões:

Após o download, você poderá fazer seu cadastro e, na sequência, a solicitação do auxílio.

Quem terá direito ao auxílio emergencial?

O auxílio é destinado a pessoas com baixa renda, em especial trabalhadores informais, microempreendedores individuais (MEI), autônomos e desempregados.

Os requisitos obrigatórios para determinar quem receberá o auxílio são:

  • Ser maior de 18 anos de idade
  • Não ter emprego formal
  • Ter renda familiar mensal de até meio salário mínimo (R$ 522,50) por pessoa ou então renda familiar mensal total (somando os rendimentos da família toda) de até três salários mínimos (R$ 3.135).
  • Ter recebido menos de R$ 28.559,70 em rendimentos tributáveis em 2018.
  • Não ser beneficiário dos auxílios: seguro-desemprego, benefício previdenciário ou assistencial ou de outro programa de transferência de renda federal (com excessão do Bolsa Família).

Além dos requisitos acima, a pessoa também precisará se encaixar em pelo menos uma das características abaixo:

  • Ter MEI (microempreendedor idividual) ou
  • Ser contribuinte do RGPS (Regime Geral de Previdência Social), seja individual ou facultativo, ou
  • Trabalhador informal inscrito no CadÚnico (Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal) ou
  • No caso do trabalhador informal que não pertence a nenhum dos cadastros acima, ter cumprido no último mês os requisitos de renda da lista anterior (ou seja: renda mensal familiar per capita de até R$ 522,50 ou renda mensal familiar total de até R$ 3.135).

Quem recebe Bolsa Família tem direito à renda básica emergencial?

Beneficiários do Bolsa Família receberão o auxílio emergencial caso o valor seja mais vantajoso. Durante o período em que estiver recebendo o auxílio, porém, o recebimento do Bolsa Família ficará suspenso.

Preciso estar no Cadastro Único para receber o auxílio?

Não. A vantagem de quem já estava no CadÚnico até o dia 20/03, e que atenda às regras acima, é que essas pessoas receberão o auxílio emergencial sem precisar se inscrever no site da Caixa.

Porém, os não inscritos poderão solicitar o auxílio fazendo uma autodeclaração de renda no aplicativo ou site do programa.

Baixei o app do auxílio emergencial e me cadastrei. Como sei se vou receber os R$ 600?

Após fazer seu cadastro e solicitação, você poderá acompanhar sua situação no próprio aplicativo ou site oficial. Neles, você será informado se vai receber o auxílio emergencial e poderá acompanhar o status da sua solicitação.

Por quanto tempo tenho direito ao auxílio?

A previsão inicial é de que a renda básica seja paga por 3 meses aos beneficiários. Porém, ainda segundo a Agência Câmara de Notícias, “enquanto durar a epidemia, o Poder Executivo poderá prorrogar o pagamento do auxílio”.

Calendário do auxílio emergencial: quando será feito o primeiro pagamento?

Segundo anunciado pelo governo, a primeira parcela do auxílio emergencial deve ser paga a todos os beneficiários até o dia 29/05.

Para quem se cadastrar hoje (dia 07/04) e tiver conta-poupança na Caixa ou no Banco do Brasil, a previsão é de que o pagamento esteja disponível no dia 09/04, próxima quinta-feira.

O restante dos solicitantes devem receber o auxílio a partir do dia 14/4, terça-feira da semana que vem.

O pagamento da segunda parcela será feito entre os dias 27 e 29/04. A terceira será paga entre 26 e 29/05.

Estou devendo para o banco. O valor do auxílio emergencial pode ser descontado para cobrir essa dívida?

Não. Segundo anunciado pelo o ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni, foi firmado um acordo com a Febraban (Federação Brasileira de Bancos), para que o valor do auxílio emergencial seja protegido. Desta forma, os bancos não poderão descontar dívidas do valor depositado pelo programa (conforme consta no site oficial do Governo).

Qual é o telefone para tirar dúvidas sobre o auxílio emergencial?

Além do site e do aplicativo, o governo disponibilizou uma linha telefônica para tirar as dúvidas da população sobre o auxílio emergencial. Basta discar 111 de seu telefone para ser atendido.

Compartilhar esse artigo:
Posts relacionados

82 thoughts on “Auxílio emergencial: quem tem direito, como receber, como baixar aplicativo e mais

    1. Oi, Larissa. Você pode tirar suas dúvidas diretamente com os responsáveis pelo programa Auxílio Emergencial na linha telefônica lançada exclusivamente para isso. Basta digitar 111 em seu telefone.

    1. Oi, Dirceu. Caso você se encaixe nos requisitos que explicamos no post, já pode ir ao site ou aplicativo do programa e fazer a sua solicitação! Os links estão no post.

    1. Daniele, confira neste mesmo post o tópico “Quem terá direito ao auxílio emergencial?”, em que listamos os requisitos para ter direito ao auxílio emergencial. Se você se encaixar, já pode fazer a solicitação (o link está no tópico “Como receber o auxílio emergencial”).

  1. Bom dia.
    Sou mãe solteira tenhos 2 filhos e estou desempregada mais estou recebendo o seguro só que esse mês e a minha última parcela.Queria saber se eu conseguiria pegar o auxílio ?E se eu posso tentar recebê-lo no proximo mês após o término do seguro.

    1. Olá, Tatiane! De acordo com as regras do programa, o recebimento do seguro desemprego não dá direito ao auxílio. Porém, recomendamos entrar em contato no telefone 111 para tirar sua dúvida!

    1. Sandra, o prazo de análise não foi divulgado. Porém, você poderá acompanhar o status da sua solicitação pelo aplicativo.

    1. Estou no cadastro único com minha mae. Ela é meu pai já receberem o benefício,eu não moro mais com eles. Como faço para conseguir o benefício?

        1. Não moro com meus pais mais,mais infelismente constou no cadastro da minha mae no bolsa familia queria receber o auxilio estou desempregada com 2 filhos menores como faco pra recebe??

          1. Roseneide, recomendamos entrar em contato pelo telefone oficial para esclarecer seu caso: 111.

  2. Boa Tarde, Gostaria de saber se o meu marido pode se inscrever pois ele é um trabalhador informal, não é inscrito no Cad unico e não temos bolsa familia. Porém tenho uma duvida, a minha mãe que estar atualmente desempregada antes declarava imposto de renda e declarava os gastos com o meu filho (no caso seu neto), tem algum problema nisso. Pois colocamos o cpf do meu filho como uns que reside conosco?

    1. Olá, Jessica. Para ter direito ao auxílio, é necessário se encaixar nas regras:
      – Ser maior de 18 anos de idade
      – Não ter emprego formal
      – Ter renda familiar mensal de até meio salário mínimo (R$ 522,50) por pessoa ou então renda familiar mensal total (somando os rendimentos da família toda) de até três salários mínimos0 (R$ 3.135).
      – Ter recebido menos de R$ 28.559,70 em rendimentos tributáveis em 2018.
      – Não ser beneficiário dos auxílios: seguro-desemprego, benefício previdenciário ou assistencial ou de outro programa de transferência de renda federal (com excessão do Bolsa Família).

    2. Tenho a mesma dúvida. Minha mãe declara meu filho no imposto de renda pq me ajuda com algumas necessidade dele. Eu coloquei o CPF dele no cadastro.

  3. Queria saber se uma pessoa tinha conta na caixa econômica. E essa conta fechou o que à pessoa pode está fazendo para receber o auxílio emergencial?Obrigado

    1. Marília, segundo as informações anunciadas pelo governo, os cidadãos poderão receber o auxílio emergencial em diversos bancos.

  4. Estou no cadunico da minha mãe , mais não moro mais com ela e sou maior de 18 anos , terei o direito de receber o auxílio também ?

  5. Oi ainda irei receber a última parcela do seguro desemprego,gostaria de saber se eu tenho direito as últimas parcelas do auxílio emergencial?

    1. Kênia, quem recebe o seguro desemprego não se encaixa nos requisitos para o auxílio emergencial. Porém, não foi anunciada nenhuma data limite para a solicitação do benefício. Dessa forma, a sugestão é que você se inscreva após o final do seguro desemprego.

  6. Eu e minha esposa estamos cadastrados no bolsa família e desempregados teremos direito a dois benefícios de 1.200 reais ou o que devo fazer se duas pessoas da mesma família podem receber o benefício?

    1. Carlos, beneficiários do Bolsa Família que se encaixam nas regras do programa de auxílio emergencial receberão o benefício quando for mais vantajoso. Nesse caso, durante o período em que receberem o auxílio, o Bolsa Família ficará suspenso, voltando depois.

  7. Tenho cadastro único mas ainda não recbo bolsa família tenho conta poupança na caixa e sou a única responsável da casa porque não caiu o dinheiro na conta no dia 9/04

    1. Oi, Helena. Se você se encaixa em todos os requisitos do programa e não recebeu o auxílio, procure esclarecimento no telefone 111.

  8. Não estou em nenhum cadastro, não tenho bolsa família, sou mãe solteira, tenho 1 filho mas meu filho não tem CPF, ele tem 2 anos ainda, e estou desempregada, fiz a solicitação do benefício, irei receber os 1200 ou preciso ir nos correios fazer o CPF pra incluir a criança pra ter direito?

    1. Oi, Carlos. Confira no tópico “Quem terá direito ao auxílio emergencial?” no post quais são os requisitos para ter direito ao auxílio emergencial. Abraço.

  9. Mim cadastrei assim que começou pago meu INSS liguei para caixa e ela disse que meu CPF não consta no cadastro único o que devo fazer

    1. Saionara, para ter direito ao auxílio, sua mãe precisa se encaixar nos critérios (entre eles está: “Não ser beneficiário dos auxílios: seguro-desemprego, benefício previdenciário ou assistencial ou de outro programa de transferência de renda federal (com excessão do Bolsa Família”).

  10. Bom dia, gostaria de saber em quanto tempo está saindo a análise do pedido emergencial? Uns falam 5 dias corridos outros 5 dias úteis. Podem me dizer?
    Agradecida

  11. Estou no bolsa família sou mãe solteira sou titular do bolsa família só q meu pai esta no meu cadastro,eu tenho o direito de réceber os 1200??

    1. Sara, mães que sejam chefes de família (única responsável pela renda da família) e se encaixe nos requisitos do programa tem direito a duas cotas do auxílio.

    1. Gisele, caso você se encaixe nos requisitos do programa, você tem direito ao auxílio emergencial, contanto que o valor seja superior ao que você recebe do Bolsa Família. É importante frisar que, durante o período em que receber o auxílio emergencial, os pagamentos do Bolsa Família serão intererrompidos.

    1. Eu meu bebê eo ex marido da minha mãe está no cadastro do Bolsa família dela.. Minha dúvida é qual dos dois tem direito. Eu e meu filho ou ele?

      1. Daniela, para ter direito ao auxílio, a pessoa precisa se encaixar nas regras do programa, que listamos no tópico “Quem terá direito ao auxílio emergencial?” do artigo https://blog.acordocerto.com.br/auxilio-emergencial-quem-tem-direito-como-receber-como-baixar-aplicativo-e-mais/. Cada núcleo familiar (que moram na mesma residência), terá direito a duas cotas do benefício. Recomendamos que veja quem se encaixa nos requisitos para fazer a solicitação.

    1. Enilza, cada pessoa que se encaixe nas condições do programa tem direito a uma cota de R$ 600, com exceção das mulheres que são chefes de família (única responsável pela renda da família), que tem direito a duas cotas, totalizando R$ 1.200. De qualquer maneira, cada família pode receber até das cotas.

      1. eu gostaria de saber se eu tenho direito pq eu to na cadrastos único da minha so q eu nao moro como ela e tenho dois filos um de 5 anos e outro de 5 messes e o de 5 anos e alérgico a lactose eu nao res
        recebo benefícios nem um q moro de aluguel o q eu posso ta fazendo obrigada pela atenção

    1. Edvano, realmente sua situação é bem única. A recomendação é que você entre em contato com o telefone do programa, o 111. Somente eles mesmo poderão esclarecer sua situação.

  12. Sou cadastrada no bolsa família da minha vò só eu e ela,tenho 21 anos,ela recebeu 1.200 veio minha parte incluída ou eu não tenho direito de receber??

    1. Ana, cada família tem direito a receber até duas cotas de R$ 600, totalizando R$ 1.200. Pelo seu caso, parece que você foi considerada parte da família da sua avó que, ao ter recebido o máximo de cotas, faz com que você não possa receber. Mas apenas pelo telefone 111 poderão te dar informações sobre seu caso específico.

  13. Eu e meu esposo estamos desempregados. Realizamos nossa solicitação pelo site, ele o fez no celular dele e eu no meu. Recentemente, recebemos a resposta de que havia inconsistência em nosso cadastro. Porém, nós enquadramos no perfil de pessoas c direito.
    Minha dúvida é… Será que o problema foi termos feitos ambos a solicitação? Ambos declaramos nossos dois filhos menores… ?
    Solicitei novamente, mas tenho receio de ter sido esse o motivo da negação.
    Se puder me esclarecer … Agradeço

  14. Boa tarde. Eu moro sozinha com os meus três filhos, e estou desempregada. Eu recebo o bolsa família porque me incluíram no mesmo cadastro da minha mãe, e minha mãe mora sozinha. Quantos eu tenho direito de auxílio? E quanto a minha mãe tem?

  15. Bom Dia! Boa Tarde! Boa Noite!
    Queria saber o meu Pai ele já está no cadunico e ele ainda não recebeu, quando eu ligo para 111 informa que ele está em análise mais até agora nada de confirmação, Será que ele tem chance de receber aínda?
    Se ele esteve no bolsa família ou tiver tirando um empréstimo isso impede dele receber ?
    Se me responderem vou ficar muito grata! Bjsss.

  16. Estou no cad unico da minha mae e faz um 10 meses que nao moro com ela..no meu cadastro diz que ja estou no cadastro unico..minha mae tem 2 filhas morando com ela e o marido encostado…sera que ela recebe por min?

  17. Eu tenho 23 anos e já tenho uma filha, E o problema é que eu tô cadrastada no cadunico da minha mãe, E devido isso não tô conseguindo me cadrasta no auxílio emergencial… O que eu faço me ajudem pofavor.

    1. Gisele, a recomendação é que você entre em contato diretamente com o telefone 111 para esclarecer as dúvidas do seu caso específico.

  18. Eu fiz meu cadastro a pimeira vez e o marido tambem ai veio que tinha pessoa da familia recebeu e eu nao tenho ninguém da minha familia recebenfo porque sou eu meu marido e me dois menino um de nove e outro desenove o dezenove trabalha registrado aeu refiz o cadastro pela terceira vez eu tenho direito esse auxilio porque me enquadro nos requisito do governo sera se eu for aprovada eu e meu marido pega

  19. Meu ex ainda está no meu bolsa família ele veio reclamar q não consegue receber o dele por conta disso. Sou mãe solteira de 2 filhos tenho q dividir com ele? Eu ia regularizar os meus dados do bolsa quando tudo isso começou…puder me esclarecer obrigada

    1. Olá, Cláudia. É importante manter os cadastros oficiais sempre atualizados para evitar problemas. Porém, para esclarecer sua situação, a recomendação é que ligue para o telefone do programa, o 111.

  20. Bom dia. No.meu cadrasto unico eu souchefe de familha ja tem.mais de3 anos q renovei tem.minha filha como minhaindepedente recebi o valor superior. De 1200. Esse valor a mais e.dela eu tem q passar para ela. Ela na epoca do.cadrasto morava comigo e era de.nenor hj ela tem 18 anos

  21. Eu tenho um filho de menor e sou mãe solteira estou no cadastro único da minha mãe junto com meu pai e mas 3 irmãos um de maior e dois de menor e não moro na mesma casa q ela mora moro separada dela e ela recebeu 1200 gostaria de saber se o meu auxílio está incluído nesses 1200 q ela recebeu ?

Deixe uma resposta