O que é o Cadastro Positivo e para que serve?

4 minutos para ler

O cadastro positivo existe desde 2011 e entrou em vigor em 2013. Nada mais é do que uma grande biblioteca de dados que reconhece os consumidores que tem um bom histórico de pagamentos. Assim como está na moda avaliarmos os prestadores de serviço, por exemplo após uma viagem com a Uber, nós também somos avaliados por bancos e credores como bons pagadores ou não.

Para que serve o Cadastro Positivo?

Varejistas, bancos e outros tipos de credores utilizam o cadastro positivo como fonte de informação sobre o histórico de pagamentos de um cliente que deseja realizar uma compra, solicitar um empréstimo ou realizar algum outro tipo de serviço financeiro. Dessa forma, se este interessado tiver um bom histórico de pagador, as instituições podem cobrar juros mais baixos e créditos mais facilitados.

E como funciona exatamente?

Os consumidores são segmentados de acordo com o score que alcançam com os pagamentos das dívidas. É como se fosse uma nota, baseada na análise de pagamento das contas de luz, telefone, fatura de cartão de crédito, empréstimos, internet e financiamentos. Com estes dados, é possível classificar a nota do consumidor em baixo, médio e alto risco de inadimplência. Quanto menor a nota, maior é o risco de inadimplência e quanto maior a nota, menor é o risco de inadimplência. Ter uma nota alta abre portas para juros menores, financiamentos menos burocráticos e condições mais favoráveis para o pagamento. Por outro lado, também existe o cadastro negativo, que é totalmente o oposto. Ele cria uma lista de consumidores que costumam ter problemas na hora de solucionar seus pagamentos, seja por atrasos ou inadimplência. Isso faz com que os créditos sejam liberados de forma mais cautelosa, além de taxas de juros geralmente maiores.

O que é registrado no cadastro positivo?

As informações coletadas ficam restritas a valores, ou seja, o valor total de uma compra ou empréstimo, a quantidade de parcelas e as datas de vencimentos e pagamentos das mesmas. A descrição de produtos ou serviços utilizados não serão informadas. Como fazer parte do cadastro positivo? Até abril deste ano, o consumidor deveria autorizar a participação no banco de dados do cadastro positivo, mas o presidente Jair Bolsonaro sancionou a lei que altera esta regra. A partir de agora, é aplicado o mesmo método que o cadastro negativo, ou seja, as instituições podem incluir as informações no sistema sem autorização prévia dos clientes. Porém, se o consumidor desejar, poderá retirar suas informações do cadastro positivo.

Acesso aos dados

Os dados ficarão disponíveis para acesso do consumidor que poderá ver sua pontuação e também todos os canais disponíveis para sair do cadastro positivo, se desejar, em uma operação que leva até 30 dias. Também é possível solicitar eventuais correções que levam até 10 dias para serem realizadas. E é o próprio consumidor que também solicita a exclusão do cadastro positivo. A nova lei também reforça a proteção dos dados, sendo que se quebrada, pode levar a prisão dos envolvidos com pena de um a quatro anos de reclusão.

Cadastro Positivo vale a pena?

Atualmente o cadastro positivo reúne informações de, aproximadamente, 6 milhões de pessoas, com a nova lei, estima-se que esse número salte para 130 milhões. Segundo o secretário de Produtividade do Ministério da Economia, Carlos da Costa existe uma população de 22 milhões de brasileiros que hoje estão fora do mercado de crédito, mas apresentam bons resultados de adimplência. Carlos também projeta um valor de R$ 1 trilhão em investimentos em decorrência do cadastro positivo, sendo que R$ 520 bilhões apenas vindo das pequenas e médias empresas. O Banco Mundial ainda estima que a medida também possa reduzir em 45% a inadimplência no país, que atinge atualmente 60 milhões de pessoas.

Aumente o seu score

Estima-se que o consumidor que estiver na lista de bons pagadores, possa conseguir taxas menores de juros e prazos mais longos quando solicitar um empréstimo ou realizar um financiamento, por isso é importante manter todas as contas em dia e nós da Acordo Certo

podemos te ajudar com isso.
Clique aqui, acesse nosso site para consultar seu CPF gratuitamente e verifique se você possui
alguma dívida ativa em um dos nossos parceiros.

Você também pode gostar

Um comentário em “O que é o Cadastro Positivo e para que serve?

Deixe uma resposta

-