Deixar de pagar contas pode ser o reflexo de muitas coisas, como excesso de despesas, falta de recursos, desorganização ou, até mesmo, esquecimento, mas você sabe exatamente quais são as consequências da inadimplência?

Este artigo tem por objetivo esclarecer algumas questões sobre o inadimplemento. Inicialmente, vamos mostrar quando ele efetivamente ocorre e, em seguida, o que pode acontecer se você deixar de pagar algumas contas.

Portanto, acompanhe essa leitura com muita atenção, pois, temos dicas muito valiosas para compartilhar com você sobre o assunto.

O que efetivamente é a inadimplência?

Segundo o Serasa Experian, o Brasil possui atualmente cerca de 61 milhões de inadimplentes, ou seja, pessoas que possuem dívidas vencidas e não pagas.

Isso pode ter sido um reflexo da grande recessão econômica e, consequentemente, do desemprego que presenciamos atualmente.

O que leva as pessoas a não pagar suas contas?

Antes de conhecer as consequências da inadimplência, vamos entender como e porque ela acontece com muitos brasileiros.

Falta de educação financeira

Infelizmente, o conhecimento financeiro não se aprende na escola, as pessoas acabam aprendendo sozinhas na prática. O problema disso é que, no processo de aprendizagem, elas acabam cometendo erros que geram consequências.

Esse problema é global, nem mesmo os países mais desenvolvidos ensinam finanças nas escolas. Assim como no Brasil, as crianças e adolescentes crescem sem esse conhecimento e ficam expostos a todo tipo de problemáticas financeiras de uma sociedade consumista.

Portanto, o ideal é buscar informações, hoje em dia tem muito conteúdo gratuito e de qualidade na internet, em blogs, canais do Youtube e até redes sociais.

Falta de planejamento

Conjuntamente à falta de educação financeira vem a ausência de um planejamento eficiente. Quem não planeja suas finanças acaba perdendo controle de quanto pode gastar.

Quem falha em planejar está automaticamente planejando em falhar, portanto, também é importante buscar conhecimentos específicos de finanças sobre o planejamento.

Crédito facilitado

O crédito facilitado é o principal aliado da inadimplência. Algumas empresas oferecem condições "imperdíveis" e "diferenciadas" para realizar uma compra com pagamento parcelado.

Ocorre que, essa operação envolve custos que muitas pessoas não conseguem enxergar ou negligenciam, fazendo com que o pagamento se torne dificultado com o passar do tempo.

Portanto, o ideal é que você fuja dessas ofertas de crédito facilitado ou compras parceladas com crediários das lojas. Mesmo que não ocorra a cobrança de juros, analise bem esse tipo de "oportunidade" que pode acabar se tornando um problema, principalmente se você não tem visão clara dos seus gastos futuros.

Quais são as consequências da inadimplência?

Por fim, vamos mostrar quais são as consequências da inadimplência, como prometemos no início deste artigo. Prepare-se, pois são muitos os problemas que você pode enfrentar ao deixar de pagar uma conta ou postergar a sua quitação.

Negativação nos órgãos de proteção ao crédito

A primeira e principal consequência da inadimplência é a restrição do CPF do devedor, junto aos órgãos de proteção do crédito. Com isso, ele ficará impedido de contratar empréstimos, financiamentos ou qualquer tipo de compra parcelada.

Mesmo após a quitação da dívida, o nome do devedor pode demorar até 5 dias úteis para ser totalmente regularizado, sendo que esse é o prazo máximo para que os órgãos identifiquem a extinção da dívida.

E ter o "nome sujo" implica em inúmeras outras complicações como por exemplo, conseguir um emprego novo, que é uma consequência bem séria.

Bloqueios em serviços de consumo

Os serviços de consumo são aqueles considerados essenciais para a manutenção da saúde, conforto, comodidade e lazer de uma família, como: energia elétrica, água, TV a cabo, internet, seguros, entre outros.

A consequência do inadimplemento desse tipo de serviço, além da negativação do CPF perante os órgãos de proteção ao crédito, é o corte do serviço, que pode ocorrer entre 10 a 30 dias, dependendo da empresa e tipo de fornecimento.

Reprovação em locação de imóveis

A inadimplência atestada pelos órgãos de proteção pode prejudicar você no momento de realizar um contrato de locação de imóveis. A locadora pode facilmente efetuar uma consulta do seu CPF e negar o seu contrato.

Além disso, caso você já esteja pagando a locação de imóvel e atrase as prestações, o inquilino pode solicitar o seu despejo, obviamente, respeitando a lei do inquilinato.

Dificuldades para contratar empréstimos e financiamentos

Podemos afirmar que um financiamento para um inadimplente é algo praticamente impossível. É extremamente improvável que alguma empresa venderá algum bem de forma parcelada para quem tem restrições em seu nome.

Com relação aos empréstimos, até existem linhas para negativados, no entanto, normalmente tem um "preço alto" pois as taxas de juros smuito altas e até abusivas.

Afinal, o risco de emprestar dinheiro para uma pessoa que já tem um histórico ativo de negativação é muito alto.

Caso a pessoa já possua um bem financiado e acabe atrasando algumas parcelas, o banco ou instituição financeira que cedeu o crédito pode solicitar à justiça a apreensão do bem, que deve ser vendido em um leilão.

Ou seja, ocorrerá um processo judicial que gerará ainda mais custos e dores de cabeças para a pessoa que inadimpliu com sua obrigação.

Problemas na renovação de matrículas escolares

A inadimplência com empresas de prestação de serviços educacionais também é um grande problema. De fato, esse tipo de débito, geralmente, não é incluso nos órgãos de proteção ao crédito enquanto o aluno está estudando.

No entanto, é permitido às instituições negarem a rematrícula de um estudante, caso as mensalidades em atraso não sejam quitadas.

Cobranças indesejadas

Além dos problemas mencionados, a inadimplência gera uma consequência extremamente desagradável, as famigeradas cobranças telefônicas ou por carta.

De fato, existe um limite para que esse tipo de ação não seja invasiva ou vexatória, no entanto, mesmo que as empresas de cobranças tenham esse cuidado, ser cobrado é algo extremamente constrangedor.

As ligações, e-mails, correspondências e mensagens chegam frequentemente e de várias formas diferentes, até que o devedor quite o seu débito.

Independentemente das consequências da inadimplência serem brandas ou severas, no seu ponto de vista, o mais importante é que você evite as causas desse problema, que listamos anteriormente. Assim, você poderá desfrutar de uma vida financeira saudável e tranquila.

Mas caso você esteja com algum tipo de inadimplência, você pode também optar por negociar suas dívidas pela internet.

Gostou deste artigo? Gostaria de receber mais conteúdos com assuntos relevantes como o que acabou de ler? Então, assine nossa newsletter e fique de olho no seu e-mail para não perder nenhuma nova postagem.