Débito ou crédito: quando usar cada um?

6 minutos para ler

Escolher a melhor forma de pagamento pode ser um dos segredos para fazer o dinheiro render mais todo mês e regularizar as finanças. No entanto, essa nem sempre é uma escolha fácil, já que cada situação apresenta vantagens e desvantagens ao pagar no débito ou crédito.

Para facilitar a sua vida e garantir que você faça a melhor escolha em suas compras, preparamos este post. A primeira dica é sempre planejar as compras, para decidir com calma se o pagamento será feito no débito ou crédito. Dessa forma você verá que é possível se planejar até para as despesas de emergência.

Diferenças entre débito e crédito

Entender a diferença entre débito e crédito ajuda a identificar qual a melhor forma de pagar por cada compra. O débito é o pagamento à vista, feito por meio de um cartão que desconta o valor na sua conta-corrente imediatamente.

Diferente do crédito, o débito não oferece facilidades como o parcelamento e um prazo maior para pagar. A vantagem, entretanto, é ter um controle mais firme do seu orçamento: você só gasta o dinheiro disponível na conta – ou o limite de cheque especial – fique atento!

Já o crédito é o pagamento a prazo, quando você não precisa desembolsar dinheiro no momento da compra. Você só paga no vencimento da fatura. Apesar dos benefícios, é preciso tomar cuidado com o uso do cartão de crédito, porque o limite muitas vezes é maior que a renda mensal e, às vezes, fica fácil se descontrolar.

Quando é melhor usar cada opção

Agora que você sabe as diferenças entre as duas formas de pagamento, separamos algumas dicas para avaliar quando é melhor usar débito ou crédito. É importante tentar lembrar de incluir essas decisões de compra no controle do orçamento doméstico.

Toda vez que você fizer o parcelamento de uma compra, por exemplo, o desembolso com as parcelas deve ser anotado no seu orçamento, pois ele pode comprometer a renda dos meses seguintes. Com esse controle, ficará mais fácil manter as contas em dia e se organizar.

Necessidade de dinheiro na hora

Para os casos nos quais você precisa de dinheiro na hora, mas não tem saldo na sua conta-corrente, usar o cartão de crédito é uma opção. No entanto, você precisa avaliar se terá o valor disponível para pagar a fatura do cartão de crédito no vencimento.

Se você está sem dinheiro na conta porque está passando por alguma dificuldade financeira, encontrar formas de ter uma renda extra todo mês pode ajudar a resolver a situação.

A melhor solução para evitar problemas quando surge uma despesa inesperada é sempre tentar deixar algum dinheiro separado na conta-corrente ou na poupança. É possível fazer essa reserva – ainda que pequena – mesmo quando o orçamento está apertado, basta seguir algumas dicas.

O valor do bem é muito alto

Nas situações em que o preço do bem a ser adquirido é alto, usar o crédito para parcelar a compra é uma boa alternativa. Para isso, você precisa definir antes da compra o limite de preço que pode pagar e o valor máximo da parcela que cabe no seu orçamento mensal.

Avaliar se a loja na qual você fará a compra cobra juros ao parcelar uma venda é outra dica para evitar que você desperdice dinheiro. É indicado pesquisar bastante e fazer as contas para saber quanto de fato a aquisição vai custar.

Desconto para pagamento à vista

Fazer compras de preço alto no débito também traz vantagens. Se você pode esperar alguns meses para ter o produto, a melhor escolha é guardar o dinheiro equivalente às parcelas para comprar à vista. Com isso, você poderá negociar um desconto e economizar.

No entanto, se para adquirir um produto à vista você optar por pagar outras contas com o cartão de crédito, a vantagem do desconto será anulada. O indicado é nunca comprometer toda a sua renda com uma compra de alto valor, pois imprevistos podem acontecer.

Ter muitas compras de pequeno valor

Para as compras do dia a dia, o mais indicado ainda é o uso do débito. Isso garante que você não gastará além do disponível na conta. Para controlar o que está sendo pago, a melhor maneira é ver os extratos. Isso também ajuda no corte de despesas, porque você pode avaliar quais gastos são desnecessários e entender melhor onde pode economizar.

O controle dos gastos diários também ajuda você a evitar o uso do cheque especial, que tem juros muito altos, e até situações mais complicadas, como ter uma compra não autorizada. Além de gerar uma situação constrangedora para você, passar por isso transmite a imagem de que o orçamento está fora de controle.

Pagar contas da casa

O débito também é a melhor opção para pagar contas. Isso evita o endividamento e despesas desnecessárias. Toda vez que você paga contas usando o cartão de crédito, além dos juros, o banco ainda pode cobrar taxas que podem ultrapassar R$ 10 por operação.

Embora as taxas e juros pareçam pouco relevantes individualmente, no fim de um ano os recursos gastos com esse tipo de despesa fazem a diferença no orçamento. E se você opta por pagar as contas no cartão de crédito por falta de dinheiro, é preciso rever o orçamento.

Acumular pontos no cartão

Um dos benefícios do uso do cartão de crédito é acumular pontos em programas de fidelidade. A cada compra realizada, você soma pontos de acordo com o valor gasto. Depois, é possível converter os pontos em produtos, milhas para viagens de avião e serviços. Se você pensa em fazer uma viagem de férias com a família, o uso do cartão de crédito pode ser vantajoso.

Ajuda para fazer o planejamento financeiro

Para algumas pessoas, usar o cartão de crédito ajuda na hora de seguir o planejamento financeiro. Isso porque todas as despesas ficam registradas na fatura e é mais fácil controlar onde o dinheiro foi gasto. A data de pagamento pode ser escolhida de acordo com a necessidade e isso evita problemas com despesas que acontecem antes da data de recebimento do salário.

Conhecendo melhor as opções de pagamento disponíveis, você pode escolher entre débito ou crédito com mais segurança. Lembrando sempre que avaliar com antecedência qual a melhor escolha pode ser a salvação para manter o seu planejamento financeiro em ordem.

Outra dica é controlar o uso do cartão de crédito, para não ter problemas com endividamento. Para aprender mais sobre os cuidados e as vantagens de comprar a prazo, leia o post Aprenda a usar o cartão de crédito do jeito certo.

Posts relacionados

Deixe uma resposta