Liberdade financeira: entenda como conquistar a sua

Acordo Certo

setembro 5, 2018

9

minutos para ler

A liberdade financeira, mais do que essencial para que cada pessoa possa viver da maneira que quiser, é também sinônimo de um estilo de vida cheio de satisfação e conquistas. É impossível negar a importância que a administração do dinheiro tem no nosso bem-estar e na qualidade do dia a dia de nossas famílias.

Afinal, no sentido financeiro, não há nada melhor do que a realização de poder fazer uma reforma na casa, comprar um carro, ou fazer aquela viagem que você idealizou por anos, pagando tudo com o dinheiro que você conquistou com seu próprio esforço e determinação, concorda?

Pensando na sua caminhada até essa condição, hoje trouxemos este artigo explicando o que é liberdade financeira, além de trazer 9 dicas para você alcançá-la. Que tal ficar por dentro? Continue conosco e confira!

O que é liberdade financeira?

Diferente do que a maioria das pessoas pode pensar, a liberdade financeira não está ligada a salário alto e vida cara. Esse termo também não é sinônimo de independência financeira (que é quando se acumula um patrimônio de valor suficiente para se viver dele, sem nenhum salário).

A liberdade financeira é muito mais sobre a forma como você organiza suas possibilidades financeiras e as suas decisões de compra. Apesar do próprio conceito já nos remeter a uma ideia positiva, as verdadeiras vantagens de ter sua própria liberdade financeira são inúmeras.

A ideia da liberdade financeira é ter o seu dinheiro planejado para fazer aquilo que você deseja, provendo boas experiências para você e sua família por meio dele, sem deixar que a estabilidade se vá. Para conquistá-la, primeiramente, você precisará de um inteligente e eficaz controle de seu orçamento mensal.

Como é viver com liberdade financeira?

A liberdade financeira não significa que você vai ter tudo que quiser assim que quiser. Significa que você terá que fazer escolhas, mas que progressivamente poderá conquistar seus objetivos de curto prazo, sem prejudicar nada do que já tenha conquistado.

Assim, você pode construir a qualidade de vida que sempre desejou para você e sua família, com um bom plano de saúde, moradia, escola para as crianças, contas em dia momentos de lazer, entre outras coisas.

Dessa forma, também, é possível simplesmente ter na dispensa todas as coisas que tem vontade de comer, ter roupas de qualidade e investir em seus estudos, em uma faculdade ou curso de idiomas. A ideia é mesmo você fazendo suas escolhas — e não as necessidades ditando elas por você!

Isso tudo, é claro, conhecendo seu orçamento, suas possibilidades e não extrapolando em busca de uma vida que não tem condições. Que tipo de liberdade financeira você busca para a sua vida? Veja a seguir 9 ações imprescindíveis para chegar lá!

1. Organize seus gastos

Ser realista, como já sugerimos, é a primeira etapa do processo de conquista da sua liberdade financeira. Isso porque se você quiser gastar mais do que tem e dar passos maiores do que a perna, a queda pode ser bem dolorosa e complicada de se resolver.

Conheça seus rendimentos e organize-os de forma a ter uma base fixa de valores gastos e recebidos em uma média mensal e anual. Essa tarefa não é das mais simples, pois é importante que esse planejamento seja preciso e dê a visualização da sua vida financeira.

Não se esqueça de incluir os gastos ocasionais, afinal, ninguém está livre de imprevistos, e mesmo não sabendo quais serão, você pode deixar uma quantia previamente reservada para essas situações.

Inicialmente, você não precisa utilizar um sistema complexo para discriminar seus gastos e ganhos: há aplicativos que fazem isso de maneira intuitiva, fornecendo, ainda, relatórios por categoria. Teste alguns e comece hoje mesmo!

2. Analise de que forma pode economizar

Depois de feita a organização inicial, procure por gastos que podem ser excluídos ou minimizados. Busque, por exemplo, pesquisar os preços dos estabelecimentos na hora de fazer compras e organize tudo que precisa para comprar de forma consciente e saber quais são as prioridades nesse momento.

Ir às compras sem planejar é bem perigoso, pois as tentações de levar coisas que não estavam no cronograma são grandes. Na maioria das vezes, esses deslizes acabam nos vencendo. Procure detalhar suas necessidades, evitando assim compras exageradas. Lembre-se sempre também do motivo pelo qual você está poupando!

3. Quite dívidas pendentes

Se você tem alguma dívida pendente, procure resolvê-la primeiro. Coloque isso como prioridade. Analise o tamanho dessa dívida e, se for o caso, pense sobre qual é a melhor método para quitá-la.

Separe o dinheiro necessário e, se possível, já acerte o pagamento logo depois de receber seu salário. Assim você não corre o risco de manter a quitação, mesmo que seja um parcelamento, pendente.

Negocie dentro das suas condições, afinal, não adianta assumir um compromisso e não poder arcar com ele, concorda? É dar um passo para frente e outro para trás, ou seja, no final das contas você não sai do lugar.

4. Jamais atrase o pagamento de faturas de cartões de crédito

As compras parceladas são um grande inimigo que podem ocasionar dívidas enormes quando saem do controle. Isso porque se arrastam por mais tempo do que o necessário, se somam a outras e te deixam sem margem para quitá-las sem te prejudicar e abrir mão do que realmente precisa naquele momento.

Por isso, antes de parcelar uma compra, tenha plena certeza de que é um bom negócio. Os atrasos de faturas de cartões são as maiores inimigas da sua liberdade financeira, pois podem te prender a elas por anos, dando a sensação de que quanto mais o tempo passa, mais longe você fica de se livrar delas.

No momento em que você assume esse problema, ele se vai se estender e se tornar uma bola de neve em sua vida. Portanto, tenha em mente que atrasar a fatura do cartão de crédito é contrário aos seus objetivos e se organize para nunca precisar passar por isso.

5. Procure uma renda extra

Uma boa forma de começar a poupar dinheiro é tentar alguma coisa que você possa conciliar com o trabalho, que não te sobrecarregue e ainda gere lucro. Não precisa ser algo muito extraordinário. Busque uma habilidade sua e faça com que ela trabalhe a favor da sua independência financeira.

Ou vá além: pense sobre algo que você goste de fazer e busque ser bom naquilo. Assim você estará aliando o útil ao agradável. Você gosta de artesanato? Cozinhar? Ensinar? Pense sobre você e encontre a resposta. Estude também sobre rendas passivas. Mesmo que a quantia seja pouca, é um valor a mais entrando, não é mesmo?

6. Invista suas economias de maneira inteligente

Essa é uma forma de fazer com que o dinheiro que você economizou se multiplique de alguma forma. Para isso, você precisa de um investimento seguro que garanta um retorno compatível com o que você espera para sua liberdade financeira.

As possibilidades de investimentos são variadas e envolvem fatores com alto ou baixo risco, pouca ou muita rentabilidade. Dessa forma, você deve pesquisar cuidadosamente qual delas se encaixa melhor no seu perfil e no seu orçamento.

7. Entenda seu perfil investidor

Há 3 perfis de investimento: o conservador, o moderado e o agressivo/arrojado. Mesmo que você seja uma pessoa que assume riscos com facilidade e lida bem com essa ideia, a recomendação é a seguinte: vá com calma. Principalmente se você não possuir conhecimentos sólidos sobre aplicações ou mercado financeiro.

Além disso, entenda que a tolerância a riscos não é o único fator a ser considerado. Os prazos de retorno, bem como a quantidade alçada também importam. A sua situação financeira — sua renda, patrimônio, etc. —, também entram em jogo.

Sendo assim, inicialmente, busque por investimentos mais seguros, como os do perfil conservador e “namore” os do moderado. É a forma mais saudável de começar a caminhar nesse rumo de investidor, os ganhos devem aumentar conforme seu conhecimento e experiência sobre aumentam.

8. Defina seus objetivos

Falando em perfil investidor, objetivos e metas são muito importantes, precisamente para organizar finanças e alcançar a liberdade nesse sentido. Faça uma definição do que você quer alcançar a longo prazo (5, 10 anos), colocando assim metas para chegar lá.

Se você quer fazer uma viagem para fora do país, por exemplo, e pretende fazer isso daqui a 3 anos, quanto precisa poupar por mês? Essas são as suas metas. O que precisa fazer antes disso? Também são metas.

É fundamental ter esse panorama de conquistar estabelecido na sua frente. Dessa forma, você consegue direcionar suas estratégias e recursos. Lembre-se de que as metas devem sim ser ousadas, mas também factíveis.

Comemore as suas conquistas

Ao falar sobre propósito, objetivos e metas, não podemos deixar de fora o devido reconhecimento por elas. Mesmo que seja uma pequena conquista, dê valor ao que foi feito, aos pequenos ajustes e privações que você pode ter feito e passado para alcançá-la.

Dessa forma, planeje também formas de recompensa, tanto para você quanto para a sua família. É ruim associar a organização financeira a nenhum lazer ou bem-estar, porque, na verdade, a direção é oposta. Sendo assim: se dê presentes e mimos pelas metas batidas.

9. Busque sempre por informação e mais conhecimento

Assim como tudo na vida, a liberdade financeira exige conhecimento. Dessa forma, a busca por esse objetivo envolve uma fórmula de conhecer a si mesmo e a tudo de maneira cada vez melhor.

É preciso conhecer suas finanças, seus objetivos, suas opções e habilidades. A informação está por toda parte e em constante mudança, então, antes de definir suas metas, estude, conheça, desenvolva, converse.

Atualmente, além de profissionais e empresas especializados na área de conhecimento, existem formas de aprender mais sobre finanças através da própria internet. Portanto, mesmo que você tenha pouco tempo, busque estar sempre exercitando seu aprendizado em função da sua liberdade financeira.

Temos uma orientação para agilizar sua vida nesse sentido: registre-se na nossa newsletter e receba os conteúdos sobre vida financeira diretamente no seu e-mail. Assim, você tem acesso e não precisa gastar tempo procurando. Fazemos uma seleção especial com base nos seus interesses e necessidades: confira!

Compartilhe
este artigo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Inscreva-se

Receba os posts mais recentes em seu e-mail

Captcha obrigatório
Seu cadastro foi concluído com sucesso!