Banner Banner

Cartão Clonado: O que Fazer e Como evitar

Cartão clonado, e agora? Não se preocupe, porque a gente te dá todas as dicas sobre o que fazer nesse tipo de situação. Confira!

Cartão Clonado: O que Fazer e Como evitar

Você sabia que um em cada seis brasileiros já teve o seu cartão clonado? Esse dado foi revelado em um estudo desenvolvido pela empresa PSafe.

A mesma pesquisa concluiu que 73% dos entrevistados afirmaram ter medo de fazer compras online e cair em golpes.

Não é para menos! Os golpistas estão cada vez mais espertos e buscando novos meios de enganar as pessoas. Por isso, precisamos ter muito cuidado ao fazer operações com cartão.

O coordenador e professor da pós-graduação em Cyber Threat Intelligence no Instituto Daryus de Ensino Superior Paulista (IDESP), Thiago Bordini, conversou com o blog da Acordo Certo sobre o assunto e compartilhou informações bem importantes. Leia, a seguir!

Clonagem de cartão de crédito: como funciona?

O professor entrevistado explica que a clonagem de cartão de crédito acontece por meio de leitores alterados, que são implantados em caixas eletrônicos ou até mesmo em máquinas de pagamento de compras.

Ele conta que, quando isso acontece, os dados do usuário são transferidos para outro cartão, que o golpista pode utilizar para realizar compras ou até mesmo transações bancárias.

A maioria dos casos de clonagem, no entanto, acontece quando o próprio usuário fornece as suas informações de forma voluntária. 

“Esses golpes acontecem principalmente em compras em lojas virtuais, ao clicar em links maliciosos, cadastro do cartão em aplicativos e divulgação dos dados do cartão para desconhecidos”, explica. 

Importante ressaltar que, atualmente, o maior volume de cartões “clonados” é oriundo de páginas falsas em que as próprias vítimas inserem os dados do cartão voluntariamente.

O especialista afirma ainda que a clonagem de cartões físicos diminuiu muito nos últimos anos, por conta da implementação do chip e da senha. No entanto, nas transações online o roubo dos dados é bem comum.

Meu cartão foi clonado. O que fazer?

Se você identificar que o seu cartão foi clonado, é preciso manter a calma e buscar meios para resolver essa situação.

“O primeiro passo é entrar em contato com sua administradora de cartão de crédito e solicitar o bloqueio imediato do cartão. Informe o motivo da operação e indique qualquer compra ou transação realizada de forma indevida, já que o cartão foi clonado e usado por terceiros”, diz o especialista.

Após esse procedimento é aconselhável fazer um boletim de ocorrência para evitar possíveis dores de cabeça, caso o criminoso use os seus dados. 

O BO é uma forma de se proteger contra qualquer prejuízo decorrente da clonagem do cartão e pode ser feito online.

CONSULTE SUAS DÍVIDAS

Como evitar que o seu cartão seja clonado?

Quem usa cartão de crédito precisa estar sempre atento e buscar meios para evitar que o cartão seja clonado.

Pedimos ao entrevistado que desse algumas dicas sobre como evitar ser vítima desse tipo de golpe. Confira as orientações que ele dividiu com a gente:

  1. Desconfie de tudo que causar estranheza no processo de transações que envolvam o cartão de crédito;
  2. Quando for comprar pela internet, opte pelo cartão virtual;
  3. Nunca entregue o seu cartão para ninguém;
  4. Evite o uso de wi-fi público no seu celular e no seu computador
  5. Em sites de compras, escolha senhas difíceis e elaboradas, com letras, números e caracteres especiais.

Ao aplicar essas dicas em sua rotina é bem menos provável que o seu cartão de crédito seja clonado. Mesmo assim, caso isso aconteça, você já sabe o que fazer: bloquear imediatamente e registrar a ocorrência com a polícia.

Além do cartão de crédito, os golpistas também têm clonado muito o WhatsApp, podendo usar o seu contato para pedir dinheiro para as pessoas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Seu bem-estar financeiro

Receba os artigos
do blog no
seu e-mail.



    Anúncio Blog - Acordo Certo