Cheque sem Fundo Suja o Nome?

Cheque sem fundo suja o nome? Entenda o que acontece quando você tem cheque devolvido.

Cheque sem Fundo Suja o Nome?

Apesar de ser menos frequente do que o cartão de crédito e de vir perdendo espaço de uns anos para cá, o cheque ainda é uma modalidade de pagamento bastante utilizada. A vantagem desse produto é poder escolher uma data para compensação que seja interessante tanto para o comprador quanto para o comerciante ou a empresa que receberá o cheque.

No entanto, compras desse tipo, quando feitas sem planejamento, têm o mesmo risco de endividamento que os cartões de crédito e empréstimos. Afinal, pode ser que chegue o dia do pagamento e você se depare com a situação de não conseguir cobrir um cheque, enrolando-se com a dívida.

Mas afinal, o que exatamente significa um cheque sem fundo? Você vai entender melhor a partir dessa leitura!

O que é um cheque sem fundo?

Passar cheque sem fundo é quando uma pessoa emite um cheque e, na data prevista para que o banco desconte o valor da conta do cliente, o saldo não está disponível. Após duas tentativas de compensação, ou seja, de tentar reaver a quantia e não obter sucesso, o cheque é devolvido e a instituição pode incluir o nome e o CPF do titular no Cadastro de Emitentes de Cheques sem Fundo (CCF).

Se você já teve a experiência de ter uma restrição ou está tentando limpar seu nome, sabe o quanto é difícil sair das dívidas, certo? Por isso, evite usar esse recurso se não tiver feito um planejamento antes, pois pagar com cheques também tem seus riscos. E quando ele não tem fundo, você deverá arcar com as consequências que veremos a seguir.

O que acontece quando um cheque é devolvido?

Ter seu cheque inserido no CCF e nos Serviços de Proteção ao Crédito (SPC) significa que, na prática, seu nome estará restrito até o pagamento da dívida, da mesma forma que acontece quando você não paga boletos de consumo, faturas de cartão, empréstimos e diversos outros tipos de serviços financeiros. Ou seja, emitir cheque sem fundo suja o seu nome sim!

Com isso, o banco não poderá emitir novos talões de cheque para você e as demais folhas daquele talão também podem ser bloqueadas. Além disso, a partir do momento em que o cheque foi dado como sem fundo, será muito mais difícil conseguir liberação de crédito em outras instituições financeiras pelo mercado.

Além disso, muitas instituições cobram multas a cada vez que o cheque for apresentado e não houver saldo para que o pagamento seja feito. No fim, você pode acabar com uma dívida com o próprio banco, além da empresa ou pessoa que você tentou pagar com o cheque.

Como limpar meu nome neste caso?

Apesar de o fato de emitir um cheque sem fundo ser uma situação delicada e um pouco mais chata de ser resolvida em relação a outros tipos de dívidas, é possível limpar seu nome com tranquilidade quando isso acontecer. Você pode ir até a empresa para a qual emitiu a ordem de pagamento, negociar o débito diretamente com ela e resgatar a folha de cheque.

A partir disso, você deve procurar a agência bancária com o cheque e solicitar a exclusão dele no sistema. Para esse procedimento, você terá de pagar uma tarifa padrão, determinada pelo Banco Central, e também as taxas que geralmente são cobradas pelo seu banco.

Quanto à dívida criada por conta do não pagamento, você pode buscar um acordo. No site da Acordo Certo, é possível negociar a dívida online com mais de 30 empresas.

Ao aproveitar um sistema inteligente, totalmente integrado, que faz a busca exata das dívidas existentes no seu CPF e oferece condições para pagamento, você conta com toda a comodidade, segurança e privacidade ao poder negociar débitos sem ser perturbado a todo momento com ligações inoportunas.

Esperamos que este post tenha ajudado a esclarecer suas dúvidas em relação a cheque sem fundo. Ficou com alguma dúvida? Deixe um comentário!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Seu bem-estar financeiro

Receba os artigos
do blog no
seu e-mail.