O que é PIX? Guia Completo

Entenda mais sobre o que é PIX, o novo meio de pagamentos instantâneos anunciado pelo Banco Central que promete desburocratizar as transações bancárias.

O que é PIX? Guia Completo

A partir de segunda-feira, 05 de outubro, é possível realizar o cadastro no PIX, novo sistema de pagamentos instantâneos do Banco Central. A novidade promete grandes mudanças para o mercado de transações bancárias (e baixo custo para as pessoas). Neste artigo, vamos explicar mais sobre o  PIX e o que é preciso fazer para utilizá-lo. Confira a seguir! 

Em resumo, o lançamento do Banco Central do Brasil (Bacen), que está previsto para ser disponibilizado para a população no dia 3 de novembro de 2020, permitirá a realização de transações bancárias instantâneas 24 horas por dia, sete dias por semana, em até 10 segundos e com um custo R$ 0,01 a cada dez transações.

Hoje, é possível realizar o cadastramento para que o PIX possa ser utilizado em novembro. Continue lendo o post para ver todos os detalhes.

O que é PIX

Segundo o Bacen, o PIX significa “transferências monetárias eletrônicas na qual a transmissão da ordem de pagamento e a disponibilidade de fundos para o usuário recebedor ocorre em tempo real e cujo serviço está disponível durante 24 horas por dia, sete dias por semana e em todos os dias no ano. As transferências ocorrem diretamente da conta do usuário pagador para a conta do usuário recebedor, sem a necessidade de intermediários, o que propicia custos de transação menores”.

Ou seja, o PIX chega para desburocratizar as transações bancárias, facilitando o processo com custos bastante baixos aos usuários — e o melhor de tudo: você pode fazer tudo direto do seu celular. Notícia mais do que boa, não é mesmo?

Entenda as diferenças entre as transações DOC e TED

Atualmente, correntistas tem apenas duas opções de transferências bancárias: DOC ou TED, e ambas possuem restrições em relação a horários, datas e quantias.

Já o PIX trará a possibilidade de fazer pagamentos em qualquer horário e data, sem limite de valor e com custos muito mais baixos do que os praticados pelo mercado.

O que é DOC

O Documento de Ordem de Crédito é o tipo de transferência que realiza a transação bancária em um dia útil, contanto que seja efetuada até às 21h59. Após esse horário, a transação leva até dois dias úteis. O limite de valor para uma transação do tipo DOC é de R$ 4.999,99.

O que é TED

TED significa Transferência Eletrônica Disponível, modalidade que transfere valores entre contas em minutos e no mesmo dia, se realizada até às 17h. Após esse horário, a transferência é feita no primeiro horário do dia útil seguinte. O limite do valor que pode ser movimentado via TED é determinado por cada banco e varia de acordo com o perfil do correntista.

O que muda com a chegada do PIX

O lançamento desse novo sistema deve acarretar em grandes mudanças no modo como lidamos com as transações bancárias hoje. O que muda com o PIX?

Pagamentos sem burocracia

Os meios tradicionais de transferência eletrônica de dinheiro como DOC, TED e até mesmo boletos de pagamento, além da possibilidade de demorar para serem efetuados e terem limite de valor, costumam trazem custos para os clientes — um TED chega custar R$ 16, por exemplo. Nesses pontos, o PIX se destaca, oferecendo mais liberdade: não há restrição de dias (nem mesmo feriados), de horário e nem de valor.

Além disso, a quantidade de informações para fazer a transferência será muito mais simples: você precisará apenas de uma “chave de endereçamento”, que pode ser o número do seu telefone, CPF ou CNPJ vinculados ao seu banco.

Sem mais “pagamento somente em dia útil”

Com o PIX, será permitido pagar contas e fazer transferências sem limite de hora e dia, sem mais prazos de “até o próximo dia útil”. Isso é muito bom para quem está recebendo, mas nem tanto para quem aproveitava essa janela de tempo para efetuar pagamentos.

Queda geral de taxas

O clima é de otimismo! O baixo custo do PIX forçará os mercados de máquina de cartão e até mesmo os bancos a reduzirem taxas de DOC, TED e de juros de cartões.

Mais oportunidades para o setor financeiro

O PIX também promete oportunidades de crescimento para startups brasileiras do setor financeiro por conta da desburocratização nas transações. A questão da velocidade na baixa de pagamentos será um grande diferencial — como citado acima, o PIX leva até 10 segundos para ser concluído, sem restrições de dias e horários.

Utilizando o PIX

Para utilizar o PIX, tanto quem envia quanto quem recebe o dinheiro precisa ter uma conta em banco, fintech ou instituição de pagamento. Acesse o aplicativo do seu banco e verifique se é possível realizar o cadastro para utilizar o serviço em novembro. Caso positivo, é só cadastrar a sua chave para começar a utilizar. Mas e essa chave, como funciona?

Cadastro da chave de endereçamento

Se você quiser utilizar o serviço, é necessário realizar uma solicitação ao banco e, assim, definir qual será a sua chave PIX (pode ser um e-mail, CPF, CNPJ, celular ou chave aleatória) para que a sua identificação seja possível no sistema

Para maior segurança, as instituições financeiras exigem uma série de dados na hora de fazer a transação bancária (CPF, nome completo, código do banco, etc). Com o PIX, é necessário definir apenas a sua chave (e-mail, CPF, CNPJ, celular) para pagar uma conta, transferir ou receber dinheiro. E o melhor de tudo: toda e qualquer transação PIX pode ser realizada através do seu smartphone a qualquer dia e horário. Confira as opções de cadastramento do PIX diretamente no aplicativo do seu banco.

Para simplificar as transações, o sistema pede apenas pela “chave de endereçamento” que, ao ser reconhecida pelo sistema do Banco Central, é capaz de validar as transações automaticamente.

Validação por QR Code estático

São códigos mais simples que podem ser utilizados em diversas transações, como por exemplo entre duas pessoas.

Validação por QR Code dinâmico

Agora que você entendeu o que é o sistema PIX e o que fazer para utilizá-lo, compartilhe esse artigo com quem também gostaria de conhecer mais sobre essa novidade!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Seu bem-estar financeiro

Receba os artigos
do blog no
seu e-mail.