Recuperação de Crédito: Afinal, Como Funciona?

Você foi tentar negociar a sua dívida e se deparou com um nome de uma outra empresa? Por que o banco vendeu a sua dívida? O que é a recuperação de crédito? Se você já foi cobrado por alguma recuperadora de crédito, mas não sabe como funciona, leia este post para entender tudo sobre esse […]

Recuperação de Crédito: Afinal, Como Funciona?

Você foi tentar negociar a sua dívida e se deparou com um nome de uma outra empresa? Por que o banco vendeu a sua dívida? O que é a recuperação de crédito?

Se você já foi cobrado por alguma recuperadora de crédito, mas não sabe como funciona, leia este post para entender tudo sobre esse mercado intermediário de dívidas.

O que é a recuperação de crédito?

Após 5 anos você sabe que a dívida “caduca”, ou seja, sai dos serviços de proteção ao crédito, porém não é porque não há um registro de restrição que a sua dívida sumiu ou que você precisa deixar de pagar.

Existem empresas especializadas que buscam constantemente reaver essa dívida mesmo após anos de inadimplência.

Esse processo é chamado de recuperação de crédito.

De acordo com o Portal do Fomento, de 2014 a 2017 havia mais de R$ 200 bilhões de “crédito ruim” – dívidas que estão há bastante tempo vencidas e, portanto, de difícil recuperação. Mas apenas 10%, ou seja, R$ 20 bilhões por ano conseguem efetivamente ser recuperados. 

Isso significa que apenas 10% das pessoas que possuem uma “dívida caducada” conseguem efetivamente se livrar dela.

Com a nova Lei do Consumidor as formas abusivas de cobrança estão bem mais controladas e muito favoráveis ao consumidor. Hoje em dia a cobrança insistente é abusiva e passível de multa por danos morais.

Por isso, exige esforços e muito cuidado na conversa com o cliente para ofertar uma renegociação. 

Para não ter este trabalho de “cobrança” os bancos tendem a vender esses créditos que, para eles já são considerados perdidos, ou seja, no ponto de vista deles é super difícil considerar a possibilidade de receber esse dinheiro.

É aí que entra a recuperadora de crédito. 

CONSULTE SUAS DÍVIDAS

Como funciona a recuperação de crédito?

O primeiro passo é te explicar que recuperadora de crédito e securitizadora são a mesma coisa.

A recuperação de crédito é exatamente este processo de venda das dívidas ruins de uma empresa ou banco para uma recuperadora de crédito.

A recuperadora, por sua vez, ficará responsável de tentar negociar com o consumidor, através de ofertas diretas ou por meio de empresas de renegociação, e receber este pagamento.

Em julho deste ano a recuperadora de crédito comprou sua dívida por meio de uma cessão de crédito (ou Venda de Dívidas de Terceiros), porém por um valor muito mais baixo (em torno de R$ 400,00).

Portanto, hoje, você não deve mais para o banco X e sim para a recuperadora de crédito.

A recuperadora de crédito pode entrar em contato contigo e te oferecer uma oferta . Você quitou sua dívida por R$ 700,00.

Viu só o lucro dela? Ela comprou um crédito ruim e conseguir quitar ele por um lucro de R$ 300,00

*lembrando este gráfico é apenas um desenho ilustrativo do processo e os valores fictícios. Eles não condizem com a realidade das negociações

Mas o banco pode vender a minha dívida?

A resposta é sim!

Sabe aquela sopa de letrinhas de quando você vai contratar um cartão de crédito, um limite do cheque especial ou mesmo um empréstimo ou financiamento? Eu duvido que você tenha lido seu contrato inteiro.

Pois então, é fundamental se atentar a essas pequenas e grandes informações. Essa “Cessão de Crédito” pode ser feita pelo banco no caso de inadimplência desde que ele te informe.

Geralmente essa comunicação ocorre por meio da papelada durante a contratação do serviço.

Se essa informação já constar no seu contrato desde o início, o banco tem apenas a obrigação de te notificar. 

Todo este processo é legal e está previsto no Código Civil Brasileiro, na Lei 10.406, de janeiro de 2002 (caso você queira ter mais informações sobre isso).

A recuperadora de crédito que comprou minha dívida pode negativar o meu nome?

A resposta é sim!

No caso de você entrar em um acordo com a recuperadora de crédito que você está devendo agora e não pagar suas parcelas nos dias determinados do vencimento, ela pode sim solicitar o registro do “nome sujo” nos órgãos de proteção ao crédito, como SPC, Boa Vista SCPC ou Serasa.

Ela agora é a dona da sua dívida e no caso da renegociação, é válido lembrar que você está assumindo um compromisso de pagamento novo.

Portanto, cumpra com suas obrigações financeiras! Lembrando que você não pode estar com o nome negativado pela mesma dívida em dois lugares diferentes, caso isso aconteça, entre em contato com o Procon.

Como a venda dessa dívida me afeta?

Teoricamente não deve afetar em nada.

A dívida ainda existe, possui o mesmo valor na maioria dos casos, e as condições do contrato original devem permanecer (taxa de juros, parcelamento, demais condições).

O que muda é para quem você está devendo e provavelmente ainda te beneficiar oferecendo um melhor desconto. 

Mas nem sempre esse desconto vem. Por isso preste atenção: mesmo que alguma recuperadora entre em contato com você, verifique a idoneidade da empresa, pesquise sobre ela.

Pois há muitas práticas de juros abusivos no mercado neste processo e fraudes.

Leia atentamente seu contrato da dívida original e veja quem estava apto para comprar essa dívida do seu banco. 

No caso de estar tudo em ordem e você ainda conseguir um belo desconto para quitar essa dívida em aberto, não perca a oportunidade de limpar o nome.

Como é feita a cobrança da recuperadora de crédito?

Como comentamos no início deste post, a Lei do Consumidor é bem clara quanto ao sistema de cobrança de empresas recuperadoras (ou securitizadoras), assim como as intermediadoras dessa dívida. 

O consumidor nunca pode se sentir assediado, portanto, a cobrança ao consumidor inadimplente não deve ser feita de forma que ele seja exposto ou constrangido.

Ligar nos momentos de lazer como à noite ou aos fins de semana, assim como ligações excessivas ao longo do dia são consideradas práticas ilegais.

Além disso, a cobrança sempre deve ser feita diretamente ao consumidor inadimplente.

Recados por terceiros, assim como cartas com selos escritos “cobrança”, “dívida”, “devedor” e outras identificações semelhantes, também não são autorizadas.

Perturbar o consumidor inadimplente no local de trabalho também vale para a ilegalidade dessa cobrança.

Recuperação de crédito Itapeva

A Itapeva é uma das principais recuperadoras de crédito do Brasil. Eles gerenciam e compram dívidas dos principais bancos e empresas há mais de 10 anos.

De uma forma clara, transparente e sempre prezando o bem-estar do consumidor, a empresa Itapeva não possui juros ou taxas ocultas em suas negociações.

Na Acordo Certo você pode negociar a sua dívida com a Itapeva de uma forma simples. Veja as condições das nossas negociações:

– Possibilidade de parcelamento da dívida

– Escolha o melhor dia para seu acordo

– Negociação 100% digital, rápida e segura

– Não possui taxas ou encargos

– Recebimento do boleto por e-mail, SMS ou no site da Acordo Certo

Acesse o site da Acordo Certo para verificar se você tem dívidas com a Itapeva.

Confira as condições de pagamento, imprima seu boleto e pague como for mais fácil para você (lotérica, agência bancária, caixa eletrônico ou mesmo através do aplicativo do seu banco digital).

CONSULTE SUAS DÍVIDAS

Recuperação de crédito Recovery

Há 20 anos no mercado de recuperação de crédito, a Recovery é uma das grandes empresas que ajuda as pessoas a recomeçar a vida financeira e dar a volta por cima, um valor muito maior que apenas a cobrança da dívida. 

Compartilhando do mesmo propósito, a Acordo Certo e a Recovery firmaram uma parceria para ajudar você a conquistar o seu bem-estar financeiro de maneira segura e transparente.

Veja as condições dessa parceria:

– Possibilidade de parcelamento da dívida

– Escolha o melhor dia para seu acordo

– Negociação 100% digital, rápida e segura

– Encargos são acrescidos apenas no caso do pagamento após o vencimento

– Recebimento do boleto por e-mail, SMS ou no site da Acordo Certo

Acesse o site da Acordo Certo para verificar se você tem dívidas com a Recovery.

Confira as condições de pagamento, imprima seu boleto e pague como for mais fácil para você (lotérica, agência bancária, caixa eletrônico ou mesmo através do aplicativo do seu banco digital).

Diferença entre cobrança e recuperação de crédito

Te ensinamos muitas coisas sobre o processo de venda de dívidas, mas vale retomar alguns conceitos para que você não confunda, e principalmente, não caia em fraudes.

Cobrança é o ato ou efeito de cobrar ou receber dívidas, ou seja, é o efeito de tentar reaver o valor perdido. Neste post, no caso, a dívida do inadimplente.

Aqui o foco é a negociação com o consumidor para ver as condições da renegociação da dívida. Iniciando o processo de recuperação de crédito.

A cobrança não necessariamente é feita para quem já está com o nome negativado. Você pode ser cobrado antecipadamente por uma conta, ser lembrado por meio de uma cobrança de um pagamento futuro, por exemplo.

Já a recuperação de crédito é o processo que envolve desde a venda da dívida até as estratégias de quitação.

Podendo haver ou não uma cobrança por parte do devedor (banco, recuperadora de crédito, financiadora, empresa ou qualquer instituição que você esteja devendo).

No caso da recuperação de crédito, o consumidor já se encontra com o nome sujo e o foco da empresa recuperadora de crédito não necessariamente é cobrar o valor devido da dívida, e sim entender o consumidor inadimplente para ajudar a se positivar.

Durante esse processo de recuperação entram as negociações, os descontos, etc.

Diferença entre a recuperadora de crédito e a Acordo Certo

A Acordo Certo não é recuperadora de crédito e sim uma intermediadora na negociação da dívida. 

Nós funcionamos como uma assessoria.

A Acordo Certo não compra a dívida, nós somos apenas uma ponte para a renegociação.

Nós buscamos parceiros que queiram colocar suas condições de pagamento na nossa plataforma para que o cliente, quando pesquisar suas dívidas para limpar o nome consiga, em um só lugar, buscar sua positivação.

Os boletos emitidos na negociação através do seu cadastro na Acordo Certo não vão com os nossos dados como beneficiário, e sim a empresa ou recuperadora de crédito que está com sua dívida. Não recebemos nenhum dinheiro do cliente. 

Desta forma, quando você fecha um acordo na nossa plataforma é com a recuperadora que você está negociando.

É ele quem recebe o pagamento e solicita aos serviços de proteção ao crédito para limpar o seu nome.

Esta é uma das formas que as recuperadoras de crédito buscam para não precisar cobrar o cliente das suas dívidas.

A Acordo Certo aproxima o cliente das condições da sua vida financeira positiva.

Conclusão

Como você pode ver, os conceitos não são difíceis e trazem mais segurança e transparência no momento mais importante da sua vida: Limpar o Nome.

Teve sua dívida com seu banco vendida? Não tem problema!

Confira no seu contrato original para quem foi sua dívida. Vá atrás de empresas de renegociação de dívidas como a Acordo Certo, procure sua dívida antiga e negocie com parcelas que cabem no seu bolso.

Verifique sempre o nome da empresa que sai no boleto de pagamento, evitando fraudes e golpes. Cumpra com seu acordo até o fim e continue positivo, construindo um bom histórico de crédito para voltar a ter acesso a serviços financeiros.

A recuperadora de crédito pode ser sua maior aliada nesse processo para oferecer as melhores vantagens de pagamento, e a Acordo Certo, a melhor plataforma que te dá acesso à essa negociação.

2 respostas para “Recuperação de Crédito: Afinal, Como Funciona?”

  1. Raimundo Júlio Pessoa disse:

    Não devo a claro tenho comprovante de pagamento e ligações gravada , a mesma colocou meu nome em restrição o que fazer?

    • Williane disse:

      Oi, Raimundo! Tudo bem?
      É importante saber que somente a empresa que incluiu seu CPF na listas de restrição é que pode retirá-lo. Se você já fez a negociação das suas dívidas com a empresa e realizou os pagamentos, é preciso entrar em contato diretamente com a empresa para resolver a situação, ok?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Seu bem-estar financeiro

Receba os artigos
do blog no
seu e-mail.