Golpes de WhatsApp

Tipos de golpe no WhatsApp e como se proteger

Acordo Certo

junho 16, 2020

4

minutos para ler

O aplicativo de mensagens WhatsApp é, sem dúvida, um dos meios favoritos de comunicação dos brasileiros. Porém, é também um dos canais mais utilizados por pessoas mal-intencionadas para aplicar fraudes. Neste artigo, vamos ensinar como se proteger de golpe no WhatsApp.

Tipos de golpe no WhatsApp

Perfil fake de empresa

Muitos golpistas abordam as pessoas pelo aplicativo tentando se passar por empresas para tentar convencê-las a fazer pagamentos. O primeiro passo para garantir a sua segurança é, ao ser abordado, acessar o site da empresa em questão e se informar se essa empresa tem atendimento pelo WhatsApp e, em caso afirmativo, verificar o número oficial e comparar com o que te abordou.

A Acordo Certo, por exemplo, não utiliza WhatsApp para se comunicar com seus consumidores, e essa informação é encontrada logo na página principal do site. Caso você receba uma mensagem de alguém tentando se passar pela Acordo Certo, saiba que não somos nós. Bloqueie o número e faça um boletim de ocorrência.

Caso, no futuro, a gente decida utilizar o aplicativo, essa decisão será informada de maneira clara no nosso site.

WhatsApp clonado

Outro tipo de golpe muito comum é o roubo de uma conta do WhatsApp, em que os criminosos se aproveitam do processo de ativação da ativação do aplicativo em um aparelho diferente.

Quando você compra um smartphone novo e mantém o número do chip, por exemplo, e quer ativar nele a sua conta do WhatsApp, você recebe um SMS com um código de confirmação para provar que o dono do novo celular é o mesmo dono do número associado à conta.

É aí que entram os golpistas: eles obtém números de celular na internet (como, por exemplo, em sites de anúncio de compra e venda de objetos usados), instalam o aplicativo em seus próprios aparelhos e então ligam para você fingindo ser de alguma empresa, pedindo que informe um código que ele te enviará por SMS para realizar alguma operação. Porém, o código que aparece para você é o do WhatsApp, para confirmar a migração da conta no celular do golpista.

Sem desconfiar, muitas pessoas passam o código e, quando termina a ligação, não conseguem mais acessar o WhatsApp no próprio celular (já que ele foi ativado em um novo aparelho, o do criminoso). Para evitar cair nessa armadilha, jamais passe código de verificação do WhatsApp para terceiros e lembre-se de sempre verificar do que se tratam os códigos que você recebe na mensagem que vem junto.

Isso nos leva ao terceiro tipo mais comum de golpe.

Golpe do amigo pedindo dinheiro no WhatsApp

O objetivo da clonagem de WhatsApp é ter acesso ao histórico de conversas e contatos do dono. O golpista, então manda mensagens para todos os amigos e familiares fingindo ser aquela pessoa, pedindo façam pagamento de boletos ou transferências bancárias como favor. Muitas pessoas, acreditando que estão ajudando o dono daquele número, perdem dinheiro para eles.

Dessa forma, se algum amigo ou familiar te abordar por WhatsApp pedindo dinheiro, o primeiro passo para sua segurança é entrar em contato com a pessoa por ligação ou pessoalmente para confirmar a veracidade. Não faça pagamentos nem repasse valores sem que tenha a certeza do destinatário.

Dicas de segurança

Esses são os principais tipos de golpe envolvendo o aplicativo, apelidado de “zap”.

Proteja-se evitando expor seu telefone na internet, checando nos sites das empresas se usam o aplicativo e qual o número oficial, e desconfiando de mensagens de conhecidos pedindo dinheiro sem dar explicações nem atender ligações.

Caso tenha sido vítima de um golpe, a recomendação é fazer um boletim de ocorrência com o número que te abordou, para que as autoridades tomem as medidas cabíveis contra os fraudadores. Isso é muito importante para combater esse tipo de atividade e impedir que outras pessoas caiam nessa roubada.

Outra dica importante é visitar o site do próprio WhatsApp, em que a empresa dá orientações de segurança sobre o uso do aplicativo.

Em um próximo artigo, falaremos também sobre dicas de segurança para blindar seu WhatsApp e como recuperar WhatsApp clonado.

Compartilhe
este artigo

2 comentários

  1. Não recebi os boletos relativos ao acordo do débito junto a Riachuelo. Paguei o primeiro boleto porém, os demais não foi enviado e não consigo abrir pra impressão.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Inscreva-se

Receba os posts mais recentes em seu e-mail

Captcha obrigatório
Seu cadastro foi concluído com sucesso!